Tipos de Rochas

Existem diferentes tipos de rochas, as quais são consideradas agregados naturais compostos de um ou mais minerais. Seu processo de formação é contínuo e as primeiras rochas apareceram logo depois da formação e do resfriamento da Terra.

Já que elas estão em formação contínua, vale lembrar que isso significa que, ao longo da história geológica da Terra, elas se formaram e se modificaram constantemente. Rochas antigas são transformadas em rochas novas, isso é o que se chama de ciclo das rochas.

Para entender como se formaram as primeiras rochas, é preciso saber que, na Era Primitiva ou Pré-Cambriana, a Terra, segundo o que indicam os estudos, era apenas uma massa incandescente, com temperaturas extremamente altas, sem existência de matéria sólida. Assim, os minerais eram uma massa pastosa, semelhante ao magma.

Mas quando a Terra iniciou o seu processo de esfriamento, muitos minerais se solidificaram e formaram as primeiras rochas do planeta – as rochas magmáticas. Já os gases e vapores que escaparam do resfriamento dos minerais deram origem à camada de ar que envolve a Terra – a atmosfera.

Com as chuvas e a formação dos rios e oceanos, os quais funcionam como agentes de erosão, apareceram, então, as novas formas de relevo. Enquanto isso, os detritos resultantes das erosões das rochas primitivas foram se depositando, camadas por camadas, nas depressões. Isso deu origem às rochas sedimentares.

Já as rochas metamórficas são originárias das rochas magmáticas e sedimentares, quando essas são submetidas a determinadas condições de temperatura e pressão.

Rochas Magmáticas

rochas-magmaticas

Essas rochas também ganham o nome de ígneas, tendo como origem o resfriamento e a solidificação do magma pastoso, o qual está presente ainda no interior da terra. Além disso, a solidificação do magma acontece de duas formas: no interior e na superfície Terra. Isso é possível porque, o magma que chega à superfície, sofre um rápido resfriamento, o que permite que se formem grandes cristais na sua composição.

Eles ganham o nome de rochas magmáticas vulcânicas ou extrusivas. Um exemplo é o basalto, que é formado por quartzo, mica e feldspato. É bastante utilizado na fabricação de paralelepípedos para ruas e calçadas. Essa rocha também deu origem à chamada terra roxa, presente em regiões brasileiras, ideal para a plantação de café.

Já o resfriamento no interior da terra formam as rochas magmáticas plutônicas ou intrusivas. Nesses casos, há o resfriamento do magma de modo lento, o que dá origem à formação de grandes cristais, visíveis a olho nu.

Essas rochas também recebem o nome de rochas cristalinas, sendo o granito um exemplo – de alta resistência, formado por quartzo, mica e feldspato, é utilizado no revestimento de paredes e pisos e tampo de pia de banheiros e de cozinhas. Sem o polimento é usado como calçamento de ruas.

Outros exemplos são o gabro, selenito e diorito. As rochas magmáticas são muito duras, formam grandes blocos e não contêm fósseis (restos de animais e vegetais).

Rocha Metamórficas

rochas-metamorficas

Tem origem na transformação de outras rochas (magmáticas e sedimentares), quando são submetidas a determinadas condições de calor, umidade e pressão no interior da Terra. A rocha transformada ganha novas propriedades e tem sua composição modificada. Alguns exemplos são o mármore – duro e compacto, de cores variadas, que provem do calcário, sendo muito utilizado na fabricação de pias, pisos, mesas e escadas.

Outros exemplos são o quartzito, o gnaisse (contêm os minerais como o quartzo, mica e feldspato – o morro do Corcovado é formando por essa rocha) e a ardósia (argila alterada sob pressão e calor, utilizada em revestimento de casas).

Rochas Sedimentares

rochas-sedimentares

Essas rochas são o resultado da deposição de detritos de outras rochas ou de matéria orgânica em depressões do relevo terrestre. Os agentes erosivos desgastam as rochas da superfície terrestre, formando esses detritos, que se acumulam, consolidando-se em camadas de estratos, isso confere também às rochas sedimentares o nome de estratificadas.

Alguns exemplos são arenito (formado por grãos de areia), argila e carvão mineral, assim como o petróleo, que tem origem da deposição de micro-organismos em bacias sedimentares. A deposição dos sedimentos acontece, ainda, através de processos químicos, como as estalactites e estalagmites das grutas calcárias, sendo que ambas tem origem de bicarbonato de sódio dissolvido em água.