Alimentos Cicatrizantes para Comer – Pele e Gastrite

Depois de passar por cirurgia ou expor a pele a feridas, cortes e lesões internas ou externas, é preciso tratar a cicatrização. Além dos remédios que podem ser prescritos pelo médico, conforme a situação, existe também na natureza alguns alimentos cicatrizantes que poderão ajudar você a manter a pele mais bonita.

Eles são receitas naturais para ajudar nas cicatrizações, uma vez que possuem um alto nível de antioxidantes, os quais ajudam a reduzir inflamações e regeneram os tecidos. Por outro lado, há alimentos, inclusive, industrializados, que atrapalham o efeito desses alimentos. Por isso, o que deve ser evitado em um processo de cicatrização são café e refrigerante, em especial.

Já os alimentos cicatrizantes são aqueles que são fontes de nutrientes como vitaminas A, C e E e selênio. Enquanto a vitamina A é eficiente na produção de colágeno, diminuindo o risco de inflamação, a vitamina C funciona como um estimulador da proliferação de fibroblastos (células do tecido conjuntivo, que tem a função de proteger e sustentar os outros tecidos).

Já a vitamina E é um poderoso antioxidante e o selênio contribui para manter os antioxidantes funcionando e inibe a produção de prostaglandinas e leucotrienos, responsáveis pela dor e inflamação. Para um tratamento eficiente na hora de investir nos alimentos cicatrizantes é preciso saber quais são os mais ricos em cada nutriente.

Melhores Alimentos Cicatrizantes

Existem muitos tipos de alimentos cicatrizantes e inclui-los de forma equilibrada na dieta diária vai ajudar em muito os processos de cicatrização, em diferentes situações. As frutas ricas em vitamina C são ótimos exemplos e entre as mais indicadas para ajudar a cicatrizar cortes e lesões são amora, mirtilo, morango, framboesa (vermelhas e pretas) e oxicoco.

Melão, melancia, mamão, abacaxi, manga e frutas cítricas, como mexerica (bergamota), laranja, limão, lima, acerola, toranja e kiwi também são outras frutas que podem ser revezadas no cardápio diário. Já o caju também é rico em vitamina C e além de ser ingerido pode ser passado sobre o corte que deve ser cicatrizado.

A dica é usar a membrana produzida a partir do suco da fruta. Para tanto, corte a membrana e aplique na região da lesão. O chá da folha de caju auxilia, ainda, na cicatrização e tratamento de aftas, basta fazer bochechos com o mesmo. Além das frutas, muitos vegetais também são ricos em vitamina C. Alguns exemplos são abóbora, pimentão amarelo ou verde, couve de Bruxelas, couve-flor, batata branca, brócolis, folha de couve, espinafre e demais folhas verdes escuras.

Já o betacaroteno, um componente da vitamina A, que é famoso pelas suas funçõesantioxidantes e anti-inflamatórias, é encontrado em alimentos como pimentões vermelhos, abóbora, cenouras, tomate e batata doce. Enquanto isso, a os alimentos ricos em vitamina E são, principalmente, os cereais integrais, entre eles, a aveia, cevada, trigo integral, arroz integral e quinoa.

A vitamina E também está presente em alguns óleos que fazem bem à saúde, como o de canola, gérmen de trigo, semente de algodão, azeitona, amendoim, semente de girassol, entre outros. Amêndoa, semente de gergelim, nozes, pistache e sementes de linho também são fontes de vitamina E. Quanto aos alimentos ricos em selênio são, principalmente, castanha do Pará, farinha de trigo, gema de ovo, frango, arroz e feijão, além de outros.

Frutas Cicatrizantes para Gastrite

Há também os alimentos que são benéficos para os casos de gastrite, bem como os que devem ser evitados, como é o caso das frutas ácidas como laranja, abacaxi e mexerica (bergamota) que não combinam com o problema. Quanto aos alimentos indicados, a biomassa da banana verde funciona como um ótimo remédio caseiro para a gastrite, uma vez que ajuda a manter vivos os lactobacilos, ou seja, as bactérias boas que habitam o estômago e recuperam os tecidos.

A melhor forma de ingerir a banana verde é por meio da seguinte receita: lave as bananas verdes e coloque todas com casca dentro da panela de pressão e com água até cobri-las por completo. Deixe cozinhado por 20 minutos, sendo oito minutos no fogo e os 12 restantes na pressão. Não force a saída da pressão.

Depois, retire a casca e passe as bananas no processador, para obter uma massa, a qual será ingerida. Você também pode congelar a biomassa até quatro meses, no entanto, terá que processar novamente após descongelar.