Carboxiterapia

Celulite, estria e flacidez: essa combinação deixa muitas mulheres enlouquecidas. Para tratar esses problemas estéticos, entretanto, existem muitas técnicas. Um deles está ganhando o gosto do sexo feminino, trata-se da Carboxiterapia.

O que é Carboxiterapia

A Carboxiterapia é um tratamento que consiste na aplicação de CO2 (gás carbônico anidro) sob a pele durante 15 a 30 minutos em cada sessão. A terapia subcutânea (hipodérmica) deve ser realizada por um especialista capacitado, como médico ou fisioterapeuta, em uma clínica de confiança e legalizada.

É um dos tratamentos mais modernos para combater celulite, estria e flacidez que existem no país e, segundo especialistas e pacientes, a técnica funciona. No entanto, ela não é recente, a Carboxiterapia foi desenvolvida na França nos anos 30, sendo estudada por cerca de 20 anos antes de ser aplicada. O Dr. Jean Baptiste Romuef foi o responsável por liderar a pesquisa.

Como funciona o tratamento

A Carboxiterapia funciona com o gás carbônico sendo aplicado sob a pele com o objetivo de aumentar a circulação sanguínea do local, isso estimula a formação de colágeno, tecido responsável por dar sustentação à pele. Dessa forma, a cútis recebe o gás carbônico e se torna mais lisa e firme.

Como a maioria dos tratamentos estéticos, os efeitos da técnica são progressivos. Somente aos poucos é possível observar os resultados, que já começaram a aparecer discretamente após dois ou três dias depois de cada sessão. Embora não se tenha uma boa imagem do gás carbônico, sempre citado como poluente, a questão é que o tratamento é seguro porque a substância, em concentrações normais, não apresenta nenhum grau de perigo ou toxidade

Além disso, a quantidade desse gás que o corpo humano experimenta normalmente é muito maior do que a quantidade que a Carboxiterapia injeta sob a pele. Não é só o gás carbônico do meio ambiente que entra em contato com o organismo, ele também é encontrado no corpo humano. Estima-se que nos momentos em que uma pessoa está em repouso ela produza aproximadamente 200 ml/min do gás. Essa quantidade pode aumentar em até 10 vezes quando o corpo realiza esforços físicos intensos.

Para ter ideia da diferença, ao longo das sessões de Carboxiterapia se faz uso de 20 a 100 ml/min e volumes totais administrados entre 600 ml e 1 litro. Para tanto, o profissional responsável pelo tratamento controla a infusão do fluxo e o volume total injetado. Além disso, a ação farmacológica do anidro carbônico quando atinge a pele já foi amplamente estudada.

A técnica possibilita a vasodilatação local, por consequência, o fluxo vascular e da pressão parcial de oxigênio (pO2) cresce, reduzindo a afinidade da hemoglobina pelo oxigênio. Isso resulta em maior quantidade de oxigênio para o tecido, melhorando a microcirculação, o que colabora para a dissolução dos nódulos de celulite e a ruptura das células de gordura.

Quais as indicações da Carboxiterapia

O tratamento é indicado a pessoas que desejam reduzir a quantidade de celulites, estrias e flacidez que possui em diferentes partes do corpo. A Carboxiterapia também pode ser aplicada para combater olheiras e rugas. A técnica pode ser usada em qualquer parte do corpo que tenha gordura localizada, como abdômen, coxas e braços, entre outras.

Cuidados e contraindicações da Carboxiterapia

As contraindicações para o tratamento com Carboxiterapia são poucas. A técnica deve ser evitada por pessoas que tenham problemas graves no pulmão ou no coração, uma vez que o seu organismo pode comprometer a eliminação normal do gás carbônico.

Quanto aos cuidados, os especialistas relatam a necessidade apenas de evitar pegar sol e de não usar cremes autobronzeadores antes e durante o tratamento. De qualquer forma, para ter uma segurança total, sempre se recomenda que o início de um tratamento estético seja precedido pela consulta de um médico que possa avaliar a saúde da paciente.

A Carboxiterapia dói?

Essa é uma das perguntas mais recorrentes, pois bonitas todas querem ficar, mas não sentir dor. Infelizmente, para essas é preciso dizer que a Carboxiterapia dói sim, no entanto, a intensidade da dor vai depender de cada pessoa. Algumas mulheres relatam que é uma dor suportável e que se assemelha à picada de um mosquito.

No entanto, há quem diga que dói muito e que a sensação é de que o corpo é um balão que estão enchendo de ar. Além disso, há relatos de que algumas regiões que recebem a aplicação ficam com uma mancha roxa depois. Também foi relatada sensação de ardor na hora da aplicação e uma leve coceira em seguida.

Como funcionam as sessões do tratamento e os resultados

Antes de começar o tratamento, é preciso que você converse com o profissional que vai lhe fazer a Carboxiterapia. Conforme as suas necessidades as sessões podem ser em maior ou menor quantidade. O mais comum é que os pacotes contenham em torno de 12 sessões, sendo que eles podem ter até 20.

Quanto à divisão das sessões, elas podem ocorrer de uma a duas por semana, sendo que cada uma delas dura de 15 a 30 minutos, conforme o local que precisa ser tratado. Especialistas afirmam que, entre a quinta e a oitava sessão, os resultados já estão bem à mostra, como a pele mais saudável, enrijecida e a redução de alguns centímetros nas medidas.

Os resultados podem demorar um pouco porque é preciso dar tempo ao corpo aumentar a sua produção do colágeno e queimar a gordura. Já os preços variam conforme a região do país onde você mora, sendo que nas cidades onde possuem mais clínicas que oferecem a Carboxiterapia é possível encontrar maior variedade de preços e, por consequência, valores mais baixos.

Como média, entretanto, pode-se dizer que cada sessão gira em torno de R$ 80,00 à R$ 120,00. No entanto, é comum que as clínicas ofereçam pacotes promocionais, assim, 10 sessões podem sair por R$ 1.000,00. Uma dica para escolher o melhor local é também pesquisar a sua reputação no Procon antes de iniciar o tratamento.

Por fim, vale lembrar que quando se investe em um tratamento estético é sempre importante combiná-lo com outras formas de conseguir o corpo que você deseja ter. Exercícios físicos e uma alimentação saudável e equilibrada são aliados de qualquer tratamento de beleza.

Leave a Reply