Colesterol HDL

O Colesterol HDL é mais popularmente conhecido como colesterol bom. Isso porque ele impede que se formem depósitos de gordura nas artérias, desde que esteja em quantidade suficiente no organismo. Assim, diferente do que se imagina uma vez, nem todas as gorduras fazem mal ao organismo, sendo que as importantes para o seu funcionamento devem ser ingeridas através dos alimentos certos.

Dosagens ideais do Colesterol HDL

Exames de sangue podem mostrar como está a concentração do Colesterol HDL no seu organismo. O normal é quando a quantidade se encontra entre 40 e 60 mg/dL, no entanto, acima desse valor é garantia da proteção contra doenças do coração.

Por outro lado, abaixo de 40mg/dl é problemático e pessoas com níveis baixos de Colesterol HDL têm mais chances de sofrer de doença cardiovascular. Isso porque significa que existe acúmulo de placas de gordura nas artérias.

Sintomas do Colesterol HDL Baixo

Os exames de sangue de rotina, com uma frequência de uma vez por ano, são importantes, entre outros motivos para saber como está a concentração de Colesterol HDL no organismo. Isso é ainda mais porque os níveis baixos do colesterol bom não produzem sintomas.

Embora existam alguns sintomas relacionados à baixa do HDL, eles nem sempre são claros, sendo um deles a obesidade abdominal. Além disso, pessoas sedentárias (que não realizam atividade física regular) e que possuem uma dieta com muita gordura e açúcar são fortes candidatas a terem deficiência de colesterol bom no organismo.

Como aumentar os níveis de Colesterol HDL bom

Mesmo quem está com o seu nível de Colesterol HDL baixo pode tomar algumas medidas para reverter a situação. Para aumentar o colesterol bom (HDL) recomendam-se algumas atitudes. Confira quais são elas:

  • Fumo: parar de fumar aumenta dos níveis de HDL, entre outros motivos, o fumo danifica as proteínas que controlam o colesterol.
  • Exercícios aeróbicos: andar de bicicleta, correr e fazer caminhadas são alguns dos exercícios aeróbicos que ajudam no aumento do ritmo cardíaco, ainda mais se realizadas durante meia hora. Além de serem saudáveis para o organismo de uma forma geral, essas atividades e outras que sejam aeróbicas são uma das formas de aumentar os níveis de HDL. Estudos apontam que não apenas o exercício aeróbico em si é importante como também a sua duração.
  • Peso corporal: quem está muito acima do peso deve trabalhar para emagrecer, pois a obesidade resulta não apenas em aumento dos níveis de LDL (colesterol ruim) como também na redução do HDL. Pessoas que tenham acúmulo de gordura na região abdominal estão mais propensas a ter que aumentar os seus níveis de colesterol bom.

Alimentos que aumentam o Colesterol HDL

Além de investir em atividades físicas, perda de peso e eliminar o cigarro de sua vida, os alimentos são grandes aliados na hora de chegar aos níveis adequados de Colesterol HDL. Confira quais são as principais dicas e atente para o seu cardápio diário:

  • Gorduras Trans: ela está presente em muitos alimentos industrializados e começar a evitá-las é uma forma bastante eficiente de aumentar o colesterol bom. Esses alimentos também aumentam o colesterol ruim e sendo industrializados possuem ainda mais malefícios, como excesso de sal ou de açúcar.
  • Gorduras monoinsaturadas: elas são nossas amigas e devem ser acrescentadas à dieta. Alguns exemplos de alimentos onde elas estão presentes são óleo de canola, abacate, azeite de oliva extra virgem, bem como em nozes e creme de amendoim. O melhor de tudo é que essas gorduras, sem excessos, não aumentam o colesterol ruim.
  • Gorduras: não é necessário eliminar toda a gordura que se consome, até porque a sua deficiência é ruim para o organismo, já que o corpo também precisa dos ácidos graxos presente nelas. Dessa forma, aconselha-se a sua redução, sendo que o melhor é que ela esteja represente em 30 a 35% das calorias ingeridas por dia. Por outro lado, não pode ser menor do que 25% do total de calorias diárias. Para tanto, o indicado é que se evite a ingestão de carne vermelha e leite, os quais podem ser substituídos por gorduras vegetais não processadas.
  • Fibras: é um grupo alimentar muito importante por uma série de motivos. No que diz respeito ao colesterol bom, as fibras solúveis aumentam os níveis de HDL. As melhores fontes desse tipo de fibra são alimentos como aveia, frutas, vegetais e legumes. Para resultados mais eficientes, coma pelo menos duas porções ao dia de alimentos ricos em fibras.
  • Peixes: os peixes ricos em ômega-3, 6 e 9, como o salmão, atum e sardinha, não só aumentam o colesterol bom como diminuem o ruim. Você pode acrescentar essa opção alimentar ao seu cardápio três vezes por semana.
  • Cálcio: embora pesquisas apontem que a suplementação de cálcio pode aumentar os níveis de HDL em mulheres na pós-menopausa, o mesmo resultado não foi observado em homens ou mulheres na pré-menopausa. De qualquer forma, você pode agregar a sua dieta alimentos ricos em cálcio, que também são benéficos para outras funções do organismo.
  • Suco de amora: o suco dessa fruta ou mesmo da uva ursina (cranberry) é um grande aliado na hora de aumentar o Colesterol HDL. Para surtir maior efeito, beba três copos do suco por dia. A questão é que essas frutas conseguem ampliar a presença de substâncias antioxidantes no sangue e reduzir o risco de doenças do coração.

Medicações para reduzir o colesterol LDL

Também é preciso tomar medidas para não deixar que os níveis do colesterol ruim, o LDL, aumentem no organismo, além das dicas acima, existem remédios para isso. Os mais conhecidos são estatinas e colesterol, porém, devem ser usados apenas após uma consulta médica em que o especialista avalia a necessidade do paciente iniciar o tratamento com o fármaco.

Em muitos casos, é ainda mais eficiente quando a pessoa que está com o colesterol ruim alto opta por mudar os seus hábitos, tanto alimentares, como evitar o que pode prejudicar a sua saúde a aumentar os níveis de LDL. Além de ser uma forma mais saudável de se tratar, os resultados são vistos em longo prazo.

Uma alimentação balanceada e atividades físicas não só vão aumentar o seu colesterol bom, como diminuir o ruim e trazer uma série de outros benefícios para o seu organismo e, por consequência, para sua saúde e para a sua vida.

Leave a Reply