Mal ou Mau

A dúvida entre o uso de Mal ou Mau é muito comum na língua portuguesa. Siga a regra abaixo para compreender e decorar a forma correta do uso de Mal ou Mau nos seus textos:

Quando utilizar Mal

Mal – como advérbio, se opõem a Bem. Veja os exemplos:

  • O político é mal-intencionado. Ou seja, o oposto seria: O político é bem-intencionado.
  • Minha chefe é mal-humorada. Ou seja, o oposto seria: Minha chefe é bem-humorada.

Mal – como conjunção temporal, ou seja, sinônimo de a partir de que / quando:

  • Mal me vesti e tive que trocar de roupa.
  • Mal partiu de viagem e teve que retornar.

Mal – como substantivo, pode ser utilizado para caracterizar algo que é feito de maneira incorreta, inexata, errônea, falsa, imprecisa e etc. Veja os exemplos:

  • O mal dele é não se concentrar nas tarefas
  • O mal do governo é não investir em infra-estrutura.

Quando utilizar Mau

Mau se opõem a Bom. Veja os exemplos abaixo para entender melhor:

  • Este professor tem mau-caráter. Ou seja, o oposto seria: Este professor tem bom-caráter.
  • O general foi um homem mau. Ou seja, o oposto seria: O general foi um homem bom.

Mau é geralmente utilizado para caracterizar que algo ou alguém é ruim, maldoso, possui má qualidade e etc.

Para decorar

Agora ficou mais fácil assimilar as diferenças entre Mal e Mau. Memorize a regra abaixo para não ter mais dúvidas:

  • Mal é diretamente oposto de Bem
  • Mau é diretamente oposto de Bom