Regras do Handebol

As regras básicas do handebol consistem tanto os aspectos físicos da quadra quanto as penalidades, distâncias e movimentos usados durante a prática do jogo. Para entender como funciona esse jogo, confira as suas principais regras:

Principais regras do Handebol

A quadra deve ter dimensões de 40×20 metros, sendo considerado gol quando a bola ultrapassar totalmente a linha de gol. É de 3 metros a distância que devem observar os jogadores adversários até que os tiros sejam cobrados. Já o tiro de 7 metros é cobrado quando um jogador de quadra passa a bola para o seu próprio goleiro dentro da área de gol.

Além disso, quando é realizado um tiro de 7 metros, a posição dos jogadores de defesa e de ataque é fora da linha dos 9 metros. Vale lembrar que os jogadores podem dar até três passos com a bola na mão. Além disso, as situações em que é ordenado Tiro Livre são as seguintes:

  • Entrada ou saída irregular de um jogador;
  • Lance de saída irregular;
  • Manejo irregular da bola;
  • Comportamento incorreto para com o adversário;
  • Execução ou conduta irregular no lance livre e no tiro de 7m;
  • Conduta antidesportiva.

Já o jogo pode ser reiniciado com um Tiro de Árbitro em algumas circunstâncias, são elas:

  • Bola bate no teto ou em objeto fixado sobre a quadra;
  • Jogo é interrompido sem que tenha havido qualquer infração e a bola não está em poder de nenhuma equipe;
  • Jogadores de duas equipes fazem ações antirregulamentares ao mesmo tempo na quadra;
  • Primeiro ou segundo meio tempo tenha terminado antes do tempo regulamentar e os jogadores abandonaram a quadra.

Quando o jogo é reiniciado com um Tiro de Árbitro, ele acontece no centro da quadra depois do apito do árbitro. Sem apitar, o árbitro central joga a bola para cima, no local onde a bola estava no momento da interrupção do jogo. Se o lugar coincidir com a área do goleiro ou nos 9 metros, o tiro é realizado no ponto mais perto, fora da linha dos 9 metros. Nesse momento, os jogadores, com exceção de um participante de cada equipe, devem estar ao menos a três metros do juiz. Os dois jogadores devem estar um de cada lado do árbitro, próximos do seu próprio gol.

Quanto à formação da equipe de arbitragem, ela é constituída por dois árbitros assistidos por um secretário – é ele quem marca os gols, faltas, etc, além de um cronometrista. Há também no handebol o Tiro de meta, que acontece quando, antes de ultrapassar a linha de fundo, a bola foi tocada, por último, num jogador da equipe que ataca ou pelo goleiro da defensora.

Enquanto isso, o Tiro de lateral deve ser executado pelo jogador com uma parte do pé em contato permanente com o solo. É consentido erguer o outro pé e recolocá-lo no solo várias vezes.

No jogo de Handebol

handebol

O handebol consiste em passar a bola de forma hábil entre os jogadores, com as mãos, a fim de enganar o adversário. Para tanto, são usadas mudanças de direção, de velocidade e passes inesperados. Quanto às regras de duração do jogo de handebol, ele é realizado em dois tempos de 30 minutos com 10 minutos de intervalo.

O número de substituições é ilimitado, sendo feitas em espaço determinado e sem a interrupção do jogo. Quanto às sanções disciplinares, elas são progressivas seguindo a ordem: advertência (cartão amarelo), exclusão, desqualificação (cartão vermelho) e expulsão. Também é dada punição de Dois minutos, devendo o jogador ficar esse tempo fora da partida.

Handebol no Brasil

Em 2009, o handebol brasileiro completou 60 anos em São Paulo, estado onde até 1973 foi a base e o domínio. Em seguida, o esporte apareceu em Minas Gerais, mas também começou a ser praticado em outras regiões do país. Entre elas, Rio de Janeiro, Brasília, Paraná e Maranhão. Hoje, é ensinado em muitas escolas.

História

Em 1917, o handebol se tornou um esporte competitivo, assim, sofreu modificação, as quais foram propostas pelo professor alemão Karl Schelenz, com a cooperação de dois conterrâneos, Erich Konig e Max Heiser. Para divulgar o novo esporte, eles criaram as regras e enviaram para países como Suíça, França, Itália, Estados Unidos, Irlanda e outros.

Foi nessa época que o handebol começou a ser praticado também por homens, já que até então era exclusivo das mulheres. Assim, Karl Schelenz é considerado o pai do Handebol, pois ele adaptou o Torball para o Handebol, o que levou à popularização do jogo por toda a Europa.