Sintomas da Menopausa – Convivendo com os Sintomas

A menopausa é como se chama a última menstruação da mulher, que ocorre durante o climatério – fase de transição em que a mulher passa da fase reprodutiva para a fase de pós-menopausa. Nesse período, a atividade dos ovários diminui, tornando os ciclos menstruais irregulares até pararem completamente. Em média, as mulheres chegam à Menopausa aos 50 anos, porém, a última menstruação pode ocorre antes, a partir dos 40 anos ou só chegar próximos aos 60 anos. São muitos os Sintomas da Menopausa e nem todas as mulheres sentem o mesmo. Além disso, enquanto algumas sofrem com vários sintomas, outras pouco são afetadas. A intensidade dos sintomas também varia de mulher para mulher.

Principais Sintomas da Menopausa

  • Ondas de calor repentinas;
  • Transpiração;
  • Tonturas;
  • Palpitações;
  • Suor noturno;
  • Depressão;
  • Irritabilidade;
  • Mudanças de humor;
  • Coceira vaginal;
  • Secura da mucosa vaginal;
  • Distúrbios menstruais;
  • Redução da libido;
  • Desconforto durante as relações sexuais;
  • Diminuição do tamanho das mamas e perda da firmeza;
  • Redução da elasticidade da pele, em especial, no pescoço e no rosto;
  • Aumento da gordura no sangue;
  • Aumento da porosidade dos ossos, deixando-os frágeis;
  • Sinais de depressão;
  • Ansiedade;
  • Nervosismo;
  • Insônia;
  • Cabelos e pele seca;
  • Enfraquecimento das unhas.

Causas da Menopausa

Quando a mulher entra no climatério, a sua função reprodutiva está chegando ao fim. Assim, aos poucos a mulher para de ovular e não produz mais os hormônios sexuais, como o estrogênio e a progesterona. Na realidade, os folículos ovarianos ainda viáveis começam a dar os primeiros sinais de que estão envelhecendo a partir dos 35 anos, por isso, é mais difícil de engravidar dessa idade em diante. Com isso, as ações hormonais que estimulam a ovulação diminuem, como o aumento da concentração sanguínea do Hormônio Folículo Estimulante – FSH, sem o qual não há produção de estrogênio e progesterona, tampouco os folículos ovarianos são maturados, o que levaria à ovulação.

Tratamento da Menopausa

O diagnóstico da menopausa é feito pela própria mulher, que além de sentir alguns dos sintomas próprios dessa fase vai ficar ao menos 12 meses consecutivos sem menstruar. Em caso de dúvida, um médico especialista pode solicitar um exame para verificação da taxa de FSH no sangue e comprovar a chegada da Menopausa. Quanto aos tratamentos, eles são realizados apenas quando necessário e conforme os sintomas apresentados por cada mulher. Nesse sentido, alguns tratamentos são indicados somente para as mulheres que sofrem muito com os sintomas, levando ao comprometimento de sua vida profissional, afetiva ou familiar. Um deles é a reposição hormonal, assim, a mulher faz uso de fármacos à base de estrogênio e progesterona. No entanto, nem todos os profissionais da saúde concordam com esse tratamento, pois algumas pesquisas apontam que ele pode aumentar a incidência dos casos de câncer em mulheres nesse período. A reposição hormonal é contraindicada, inclusive, a mulheres que têm hipertensão descontrolada ou colesterol alto. Um tratamento alternativo é usar suplementos à base de soja. As plantas e ervas medicinais também são grandes aliadas, sendo a Agnocasto (Agnus castus) e a Dong quai (Angelica sinensis) indicadas, porém, apenas sob orientação médica.

Convivendo com a Menopausa

Existem algumas atitudes que podem amenizar os sintomas da menopausa, sem o uso de remédios. O que também é importante é que as mulheres aprendam a prevenir os sintomas, o que é possível com as dicas a seguir:

Dicas para reduzir os sintomas da menopausa

  • Beber bastante água;
  • Praticar atividades físicas, como caminhada, natação e dança, as quais ajudam no fortalecimento dos músculos;
  • Vestir roupas leves;
  • Evitar ambiente que não sejam frescos e ventilados;
  • Não fumar;
  • Não ingerir álcool em excesso;
  • Alimente-se bem com refeições leves e frequentes;
  • Tomar sol, principalmente, nas extremidades, como rosto, pés e mãos, porém, apenas nos horários seguros para a exposição solar.
  • Ingerir alimentos ricos em cálcio para evitar osteoporose.

Alimentos que evitam Sintomas da Menopausa

Soja e seus derivados são alimentos indicados, pois conta com isoflavonas, que são compostos naturais provindos de vegetais que apresentam semelhança estrutural com os hormônios estrogênicos, assim servindo como substitutos. No entanto, procure alimentos que não usem semente de soja transgênica. Alguns derivados da soja são o tofu, missô, molho shoyo, entre outros. Maçãs e cebolas também são indicadas porque possuem quercetina; sardinha e aveia, que são fontes de coenzima Q10, e frutas não cítricas, como pêssego, legumes e castanhas, ricas em boro. Já o cálcio para evitar o enfraquecimento dos ossos pode ser encontrado não apenas no leite e seus derivados, mas também nos legumes verdes, cereais e frutas secas.