Substantivos Derivados

Os substantivos derivados são palavras que tem origens em outras palavras da língua portuguesa. Através da derivação de um substantivo primitivo, os substantivos derivados são compostos por acréscimos gramaticais, tornando-se vocábulos semelhantes ao termo original. Para entender melhor este conceito, veja os exemplos citados abaixo:

Exemplos de substantivos derivados na prática

Através dos exemplos, fica mais fácil de entender a derivação dos substantivos:

  • Chuvisco (derivado do substantivo chuva)
  • Faxineira (derivado do substantivo faxina)
  • Porteira (derivado do substantivo porta)
  • Desenhista (derivado do substantivo desenho)
  • Floricultura (derivado do substantivo flor)
  • Globalizado (derivado do substantivo global)
  • Pedreira (derivado do substantivo pedra)
  • Dentista (derivado do substantivo dente)
  • Nobreza (derivado do substantivo nobre)

Diferentes tipos de derivação na língua portuguesa

Através da derivação prefixial

Neste caso, temos o acréscimo de um prefixo ao substantivo (prefixo + substantivo). Exemplo: contra-fluxo, ou seja contra + fluxo.

Através da derivação sufixial

Neste caso, temos o acréscimo de um sufixo ao substantivo (substantivo + sufixo). Exemplo: dentista, ou seja dente + ista.

Através da derivação imprópria

Neste caso, temos a mudança do significado da palavra sem que nela ocorra mudanças. Exemplo: O azul do céu está limpo (azul se torna substantivo).

Através da derivação parassintética

Neste caso, temos o acréscimo de um prefixo e também de um sufixo (prefixo + substantivo + sufixo). Exemplo: amanhecer.

Através da derivação regressiva

Neste caso específico, a derivação não ocorre através de um substantivo como origem, mas sim como um verbo. Os substantivos da classe regressiva são chamados de deverbais. Exemplo: compra (derivado do verbo comprar)