Texto Dissertativo-Argumentativo

O texto dissertativo é aquele onde se expressa uma opinião a respeito de um tema, para tanto, é constituído de argumentos lógicos a fim de convencer o leitor. Como sinônimo de dissertar temos a palavra discorrer, assim, o texto dissertativo também tem a função de explicar um assunto.

Como fazer um texto dissertativo

Esse tipo de texto integra as variações dos textos expositivos, ao lado do texto de apresentação científica, didático, parecer, verbete de enciclopédias, artigo e relatório. Além disso, deve apresentar informações contundentes e, por isso, é o tipo de texto utilizado em trabalhos ao final de pós-graduação e mestrado. Isso tem como meta preparar o estudante para futuras investigações científicas mais profundas.

Atualmente, o texto dissertativo é tipo exigido em provas de vestibular e, por isso, muitas pessoas se interessam em conhecê-lo. Para escrever um texto dissertativo, é preciso abordar o assunto tema de modo minucioso, desdobrando-o em seus diferentes aspectos.

A partir da estruturação lógica e ordenada, o texto dissertativo deve propor reflexões ao leitor. Ele pode apenas acrescentar informações a uma temática ou mesmo defender um ponto de vista e incitar polêmicas e debates, já que pode trazer assuntos que abalem as certezas absolutas. No entanto, o autor não pode impor sua ideia ao escrever um texto dissertativo, ele deve acima de tudo oferecer exemplos e buscar conclusões.

Tipos de Textos Dissertativos

O texto dissertativo pode ser expositivo ou argumentativo. No primeiro tipo o texto é estruturado inicialmente por um conceito e depois pelo ponto de vista do autor, que também deve trazer as impressões alheias. Já no segundo, é mais comum que o autor queira comprovar a exatidão ou a falsidade dos conceitos discutidos no texto. Em outras palavras, pode-se dizer que o expositivo não tem a intenção de convencer o leitor, mas o argumentativo sim.

Como Estruturar um Texto Dissertativo

Um texto dissertativo deve ser estruturado em três partes:

Introdução: a parte inicial também é conhecida como “tese”, sendo o seu principal objetivo o de expor a ideia central do texto, o que deve ser feito de maneira clara.

Desenvolvimento: é conhecido como Anti-Tese ou Antítese e diz respeito à argumentação, quando o autor relata dados, estatísticas, levantamento, fatos e também oferece a sua opinião.

Conclusão: é a parte final do texto, também denominado Nova Tese, sendo o momento em que o autor deve conclui o seu pensamento. Nesse ponto, as ideias são fechadas, mas se insere uma nova ideia.

Orientações gerais

Para ajudar a escrever um texto dissertativo, você pode seguir o passo a passo a seguir:

  • Passo 1 – Interpretar o tema, quando o assunto da tese é proposto por outrem – comum nas provas de vestibular.
  • Passo 2 – Fazer o levantamento das ideias que serão inseridas ao texto.
  • Passo 3 – Colocar as ideias no papel, seguindo a estrutura do texto dissertativo.
  • Passo 4 – Elaborar o título.

Dicas sobre como escrever um texto dissertativo:

Embora no texto dissertativo possa aparecer a opinião do autor, ela não deve ser apresentada através de fatos de sua vida particular. Por isso, não deve-se usar nem a 1ª pessoa do singular, tampouco do plural. É importante evitar algumas expressões que podem não ser claras, como “certo”, “errado”, “liberdade”, “felicidade”, entre outras, bem como os adjetivos, entre eles, “bom”, “mau”, “péssimo”, “triste”, etc.

Não use a palavra “coisa” e nem escreva frases redundantes ou que não sejam realmente importantes para o texto. O texto deve ser, ainda, claro e bem construído (ter nexo entre as ideias). Você deve cuidar para não fugir do assunto proposto e se caso fizer uma pergunta no início do texto, ela deve ser respondida ao final. Os argumentos convincentes são essenciais.

Exemplos de textos dissertativos

Texto dissertativo argumentativo

Não é de hoje que o tema da preservação ambiental está presente no cotidiano de todos os indivíduos. A poluição emitida pelo setor industrial e o desmatamento são as principais motivadoras do efeito estufa, que pode mudar o clima do planeta.

Porém, pouco efeito, devido razões econômicas. Não é benéfico financeiramente reduzir as emissões de gases poluentes. Mas não é apenas a indústria que colabora para esse quadro. Os noticiários mostram dados que confirmam que os veículos sem manutenção poluem até 40% mais do que automóveis em boas condições.

É urgente, portanto, vontade política para impor leis que, se não cumpridas, devem ser severamente punidas. Só assim, quando o assunto chega ao bolso, a população e o setor privado se tornam conscientes.

Texto dissertativo expositivo

A história do celular é atual, mas remete ao passado. A progenitora do telefone móvel é Hedwig Kiesler, uma austríaca também chamada de Hedy Lamaar. Ela estreou o clássico Sansão e Dalila, em 1949. Embora tivesse tudo para seguir como celebridade, por ter sido casada com um austríaco nazista que fabricava armas, tomou interesse pela tecnologia.

Nos Estados Unidos, durante a Segunda Guerra Mundial, ela soube da existência de torpedos teleguiados da Marinha. Eles foram interceptados por inimigos e isso atiçou as ideias da austríaca. Hedy imaginou um sistema em que duas pessoas podiam se comunicar sem interrupções. Nasce o conceito dos celulares, patenteada em 1940.