Tratamento para Candidíase – Causas e Sintomas

O que é candidíase? A candidíase é uma infecção que ocorre por meio de fungos, sendo o mais frequente deles o Cândida Albicans. Homens e mulheres podem ser acometidos pela infecção, que se manifesta tanto na membrana mucosa da boca e da língua como nos órgãos genitais.

O mais comum é a candidíase vaginal, porém, não é considerada uma DST, uma vez que o fungo existe no organismo humano, em estado adormecido. Enquanto nas mulheres o Cândida Albicans habita a flora vaginal e intestinal, nos homens, o fungo vive em forma de esporos no pênis.

Opções de tratamento para Candidíase

O tratamento mais comum para a candidíase é usar pomada antifúngica na região genital e tomar remédio via oral. Já que a infecção pode ter origem do uso excessivo de antibióticos, nesse caso, trata-se o problema parando o uso do fármaco, sendo que um médico especialista deve indicar o medicamento substituto.

Ambos os tratamentos costumam ser eficientes e em pouco tempo os sintomas da candidíase são eliminados, servindo tanto para homens quanto para mulheres. Além da pomada e do remédio, existe uma dieta para tratar candidíase, que consiste em evitar a ingestão de doces, álcool, laticínios, carboidratos (inclusive pão, massa e arroz), tomates e uvas-passa.

Como é comum, o sistema imunológico debilitado é o responsável pela infecção, fortalecê-lo deve fazer parte do tratamento. Enquanto o açúcar e o tomate modificam o PH vaginal, o que ajuda o surgimento de fungos, os laticínios são fermentados pelos fungos, podendo proliferar a Cândida Albicans. Já o álcool tem açúcar em sua composição, o mesmo ocorre com os carboidratos. Por fim, a uva-passa quase sempre conta com fungos em sua composição.

A melhor dieta consiste em comer alimentos ricos em vitamina C, antioxidantes e desintoxicantes. Beber muita água todos os dias e dar preferência aos grãos, legumes e verduras também revitaliza o sistema imunológico. Incluir no cardápio alimentos com ação antifúngica é outra dica, alguns exemplos são orégano, cebola, alho e alecrim.

O banho de assento com vinagre completa o tratamento. Para tanto, é preciso encher uma bacia com um litro de água morna e oito colheres de vinagre. Depois, a pessoa deve sentar-se nua por, aproximadamente, 30 minutos. Para maior eficiência, aconselha-se repetir de duas a três vezes ao dia.

Causas da Candidíase

O ato sexual é apenas uma das formas de proliferar a candidíase. Mesmo usando camisinha pode haver a proliferação do fungo, a partir do momento que o pênis faz um microtrauma na parede da vagina. Outras causas do problema são baixa imunidade, uso de antibióticos, esteroides, anticoncepcionais, corticoides e alimentação inadequada.

Alguns medicamentos usados em excesso podem causar o problema, em especial, na boca, como os antibióticos, uma vez que eles matam algumas das bactérias saudáveis que mantêm o crescimento da Candida controlado.

O biquíni molhado é também um dos desencadeadores da candidíase. Isso ocorre quando a temperatura está mais quente e as mulheres usam roupa de praia de lycra, que também pode alterar o pH da vagina, o deixando mais ácido e propício à proliferação da Cândida Albicans.

A candidíase oral pode se manifestar também em bebês. Ela não é considerada anormal a não ser que dure mais de duas semanas. Já indivíduos com diabetes que tiveram altos de glicose no sangue são outros que possuem probabilidade acentuada de ter candidíase oral.

Sintomas da Candidíase

Quando se manifesta na boca, a candidíase se caracteriza por lesões aveludadas e esbranquiçadas na boca e na língua, sendo que podem facilmente sangrar e aumentar lentamente em tamanho e número. Os sintomas em homens e mulheres são idênticos.

Quando vaginal, os sintomas nas mulheres são:

  • Coceira na vagina e no canal vaginal;
  • Corrimento branco e espesso;
  • Ardor local;
  • Dor para urinar;
  • Dor durante as relações sexuais.

Em homens, os sintomas são os seguintes:

  • Manchas vermelhas e pequenas no pênis;
  • Edema leve;
  • Lesões em forma de pontos;
  • Coceira.

Quando o problema está grave e não foi tratado, os sintomas podem evoluir para distúrbios gastrointestinais e/ou respiratórios, além de problemas dermatológicos.

Exames

Dentistas e médicos podem diagnosticar o problema realizando exame de observação no local da infecção, já que as lesões causadas por fungos têm uma aparência específica. Em caso de dúvidas, o profissional pode pedir exames específicos para detectar o problema.